segunda-feira, 15 de setembro de 2014

Cavalera Conspiracy - 05/09/2014


Sexta Feira, 5 de Setembro de 2014, foi minha primeira missão em campo para o blog Metal Pará, Show da banda “Americo Brasileira” Cavalera Conspiracy que se realizou no Botequim.

Vesti minha camisa do Metal Pará e chequei minha câmera “portátil” e junto com meu pai (Marcelo Barros) que me acompanhou nessa missão esperamos nossa carona para o show com Hugo Andrey, amigo do meu pai.


Depois de lancharmos uma pizza deliciosa que meu pai fez (#horitadelabroquita), saímos rumo ao local do evento, porém, infelizmente pegamos um transito bem complicado, tanto na Augusto Montenegro como na Almirante Barroso e por conta disso não chegamos a tempo de conferir a banda de abertura que foi a banda paulista Capadocia.


Formada no ano de 2011 a banda Capadocia que é totalmente independente, descende de uma cena de metal pesado muito forte e influente nos anos 90 e tem como integrantes Baffo Neto no vocal e guitarra, Palmer de Maria na bateria, ambos da formação clássica da banda Retturn, Marcio Garcia na outra guitarra e Gustavo tognetti no baixo.



Mais informações sobre a banda Capadocia nos “Links Relacionados no final do post. 









Dando uma volta pelo ambiente, seguindo meu pai e já fazendo algumas imagens de um casal me pediu para que eu os fotografasse... Os primeiros de alguns que pediram para eu registrar o momento.






Assim que o Cavalera Conspiracy subiu no palco o publico que era “pegueno” foi aumentando e a parte debaixo do Botequim, bem em frente ao palco, ficou bem preenchida e compacta e o entorno e a parte de cima do Botequim ficaram bem mais livres.





Antes do Cavalera Conspiracy, os irmãos Cavalera fizeram história com a banda mineira criada por eles no ano de 1984, chamada Sepultura, a qual se tornou ícone da cena metal brasileira e é considerada a banda brasileira de maior repercussão no mundo.





Além dos irmãos Cavalera a banda contava com dois musicos norte americanos, o baixista Joe Duplantier que deu lugar a Nate Newton que  foi substituido por Johny Chow. Porém, nessa turnê a banda está contando “especialmente” com Tony Campos que não é membro oficial da banda e que já  foi baixista e vocal das bandas Static-X, Ministry, e Possessed e é atual baixista das bandas Soulfly e Prong.




O outro norte americano e  o guitarrista Marc Rizzo que também é membro da banda Soufly (outro projeto de Max cavalera), e que me impressionou bastante, e apesar de eu não entender nada de guitarra, me pareceu que ele toca muito... Rsrsrs.






O vocal Max Cavalera interagiu bastante com a plateia pedindo gritos e pulos e depois escutei de alguns mais “velhos”: - “O cara ficava pedindo pra pular!... Parece até Sandy & Junior pow”.



O tal “Circle Pit” que sempre rola nesses shows de rock rolou diversas vezes e foram bastante intensos,  alguns tentaram fazer o "stage diving" ou “Mosh”, porém, os seguranças estavam atentos e não rolou. Kkkkkkk.






O público estava bem agitado e deram trabalho para os seguranças que tiveram que segurar a barreira de proteção, que fica na frente do palco, com força, e mesmo assim o pessoal continuou empurrando muito.






Durante o show o Max trocou várias vezes de guitarra e segundo o que apurei eles tocaram duas músicas inéditas..."Babylonian Pandemonium" e "Bonzai Kamikaze", que estarão no novo álbum intitulado de Pandemonium, o terceiro da banda e que deverá ser lançado no final de outubro deste ano.


Porém foram os hits do Sepultura que me pareceram ser os pontos altos do show... Musicas como: Refuse/Resist, Territory, Attitude, Inner Self, Beneath The Remains, Troops of Doom, Dead Embrionic Cells, e Roots Bloody Roots levaram o público a beira da ”insanidade”, como diria o meu pai... Kkkkkkk.




Antes do término do show, começou a entrar o público do show seguinte, um tal de "Siqueirão", o que não achei justo, nem pra galera do Cavalera e nem pro público do Siqueirão. Mesmo assim, vi várias senhoras batendo cabeça, alguns até tiraram fotos da banda.




Quando o show acabou, Max Cavalera deu umas duas palhetas, na mão de dois sortudos que ficaram o show inteiro perto do palco acompanhando atentamente tudo o que se passava.
Na saída da banda, tentamos vê-los, mas soubemos que eles já tinham ido embora.


Saindo do Botequim, demos uma volta e fomos pro Litrão do Rock onde escutamos vários comentários a respeito do show e ganhei um refri oferecido pelo Marco Ferreira do ,Litrão do Rock, que me disse que era pra quando eu for cobrir outros eventos avisa-lo para que ele traga refri e água mineral pra mim... Rsrsrsrs... Muito gentil ele, na verdade, os dois são muito gentis e legais, tanto o Marco, quanto o Jorge, que me ofereceu um banquinho para que eu não ficasse em pé.


Alguns foram para ouvir músicas do Sepultura, outros queriam ver os irmãos Cavalera juntos no palco.
Teve gente que não gostou muito do som da bateria.




Cada um com seu gosto, certo? Certo. Mas, no geral, a banda agradou bastante o público e o evento valeu tanto a pena que até o clone do Papa Emeritus, vocalista da banda Ghost B.C, esteve prestigiando o evento... Kkkkk.




Parabéns para a Blackout Discos que viabilizou o evento aqui em Belém e em especial ao amigo Alcides Burn que disponibilizou as cortesias para o blog Metal Pará.






Em Dezembro a mesma produção deverá trazer à Belém a banda de Death Metal estadudinense Suffocation e estamos na torcida para que neste evento uma banda paraense possa fazer as “honras da casa”.



Assista ao vídeo abaixo gravado pelo brother Anderson Moraes com a música Roots Bloody Roots, um dos pontos altos do show e confira todas as fotos desse evento clicando no cartaz no topo desta postagem e COMPARTILHE a mesma em sua rede de amigos no Facebook e ajude a divulgar a sua cena!!


Vídeo:

terça-feira, 9 de setembro de 2014

1º Mari Rock - 30/08/2014

Cartaz/Flyer
Por volta dos dias 09 ou 10 de Agosto, tive o prazer de receber no QG do Blog Metal Pará, parte da diretoria do MOCARMA (Movimento Cultural Alternativo Rock de Marituba), representados pelos brothers Alexandre Valério (Magrão) e Wanderley Sérgio.

Acompanhando os brothers veio também a Sra. Cecilia Ferreira, Diretora da Secretária Municipal de Cultura, Esporte e Lazer da cidade de Marituba.

O motivo da reunião era pra fechar a cobertura do blog em um evento de ROCK que seria realizado pelo MOCARMA em parceria com Prefeitura Municipal de Marituba, através da SECDEL (Secretária Municipal de Cultura, Esporte e Lazer), e da SESAU (Secretária Municipal de Saúde).


O projeto foi idealizado pelo MOCARMA e além contemplar a cultura, que seria representada por SEIS bandas de ROCK paraenses, também contemplava a SAÚDE com foco na prevenção das DSTs, através de palestra e distribuição de panfletos educativos e preservativos oferecidos pela SESAU.

Como sempre faço quando fecho as coberturas do blog, me ponho a "disposição" do evento no que tange a uma "consultoria e acompanhamento" no que diz respeito a unidade visual e a divulgação (na WEB).

Um rápido brainstorm e sugeri o nome de 1º Mari Rock para o evento e expliquei que seria uma boa opção, já que Mari é a "fruta" que deu origem ao nome do município e acompanhado da palavra ROCK daria uma certa "ecleticidade" quanto a estilos e vertentes que compõe o mesmo, tornando o evento mais "popular", atingindo mais ROQUEIROS.

Mari:
"O Umarizeiro (Geoffroea spinosa) é umaárvore  de grande porte, frondosa, com caule  e ramos cheios de pequenos espinhos , encontrada no Pará..." (Saiba mais clicando AQUI).
Com o nome do evento definido, adicionei a frase "Na Luta Contra as DSTs!" para uma "assinatura" referente ao cunho social do evento e assim encerramos a reunião e firmamos a "parceria" com o blog.

Dai pra frente a equipe da GB Comunicação & Marketing (EU) criou um logotipo para o evento com a assinatura proposta, o qual depois de aprovado pelo MOCARMA foi desdobrado em TRÊS peças publicitárias...
Banner

Um Cartaz/Flyer (No topo desta postagem), um Banner (Aqui ao lado) para compor a page do evento no Facebook, a qual você pode conferir clicando AQUI, e o logo e partes do Cartaz também foram utilizados para dar suporte para Chamadas em Vídeo.

O plano era fazer como fizemos na Campanha desenvolvida para o Paránoise Fest III... Pedir para que cada banda gravasse um vídeo CURTO fazendo o CONVITE para o evento, ressaltando o nome da banda, data e local.

A partir destes vídeos foram criados as SEIS vídeo chamadas utilizadas para divulgar o evento e que podem ser conferidas abaixo:













De lambuja o MOCARMA ainda ganhou um LOGOTIPO e a partir  dai começamos a divulgar o evento e tivemos menos de DEZ dias para tal.

E assim foi até o dia 30 de Agosto, data do evento e desde a noite anterior a equipe de produção do MOCARMA não parou um minuto se quer!!!
Magrão e sua trupe estavam pondo em prática o projeto que criaram e que podemos chamar de um "sonho", que não só ele e a galera do MOCARMA acalentavam, como também muitos roqueiros e roqueiras de Marituba...

E essa galera TRABALHOU muito para que esse "sonho" se tornasse REAL.

Por volta das 17:30hs o Magrão me ligou para me dizer que o transporte estava a caminho para me buscar para cobrir o evento.




Infelizmente pegamos um transito conturbado no trajeto do QG do blog para a Concha Acústica de Marituba, fato que ocasionou a minha chegada ao local já no final da apresentação da banda Anarkolantras que segundo a programação foi a primeira banda da noite.

O público já era razoável e devagar foi chegando e chegando mais roqueiros e roqueiras e segundo informações da produção o evento foi um sucesso de público, tendo como parâmetro eventos anteriores do mesmo "gênero" realizados por lá


Fiz algumas fotos da galera presente e dei uma conferida na estrutura de som e iluminação que estavam sendo utilizados e pude perceber que era um ótimo equipamento, porém, é o que digo sempre..."Não adianta ter uma Harley-Davidson se você mal se equilibra em uma bicicleta!!
Como acontece em vários eventos por ai a produção se preocupa tanto com a estrutura de som e iluminação que esquece que tem que ter pessoas "capacitadas" para operar esse equipa, principalmente quando o assunto é ROCK, em que a equalização e outros pormenores são específicos do gênero.
No meu ponto de vista esse foi o ÚNICO ponto que a rapaziada do MOCARMA deixou a desejar!... No restante foi tudo pontualmente planejado e pontualmente executado.


O evento teve seu início no horário e tudo transcorreu ma mais perfeita ordem. A Guarda Municipal, assim como a Polícia Militar estiveram por lá dando apoio ao total ao evento e garantindo a segurança do público presente e das bandas convidadas e vale ressaltar que a produção fez o corre para que ambas as "polícias" citadas "reconhecesse" o evento e desse o devido apoio solicitado



Voltando ao show da banda Anarkolantras...

A banda conta com Stieven Max no Vocal, Gilbert na Guitarra, Kleber no Baixo e Wendson na Batera.






Apesar da banda ter pouco tempo de formação, a qual se deu no início de 2014, frequentemente a banda é tida como "líder"de uma volta a cena punk rock dentro de Marituba.


A banda é conhecida no município por suas letras com temas sociais e pela habilidade em expressar sua ideologia através do uso de metáforas.
Nascida da "morte" de outras bandas como por exemplo o Gilbert que foi da banda RockMan, o Kleber que era da banda Planta Carnívora e o Stieven que era da banda Imunidade.

Destaque para musica "PM's" (Vídeo).


Seguindo o cronograma chega a vez da banda Cova de Santa Izabel do Pará tomar o palco do 1º Mari Rock e despejar nos ouvidos da galera o Thrash Metal mais PHODA de SIP!!!






Formada no ano de 2013, a banda que já foi um quinteto e hoje é um power trio que conta com Maykon Uchoa no vocal e Contrabaixo, Zozimo Berzerk na Guitarra e Faíska Oliveira na Bateria.

Os caras tem uma pegada bem peculiar onde misturam letras que abordam temas como guerras, violência social, corrupção e crítica contra os governos corruptos ao som rápido, rasteiro, distorcido e pesado, porém, carregados de harmonia e muito bem delineado.
Cantando no bom e velho Português, o Thrash Metal da banda Cova é rápido e rasteiro e seus integrantes defendem o underground nacional, valorizando exatamente as bandas que usam nosso vernáculo.
Destaque para as musicas "Soldado" e "Cova Nuclear"(Vídeos).

Uma retirada estratégica para molhar a garganta e fazer umas imagens do público que COMPARECEU  em massa e tornou o evento mais PHODÁSTICO ainda!!


A galera do Litrão do Rock esteve por lá também com a breja mais gelada da cena de Belém e região.





Na sequência sobe ao palco a banda Capela Mortuária e a galera responde de primeira ao som da banda que como a Anarkolantras, também é da cidade de Marituba.


Formada no ano de 2008 em Marituba por Gilberto Gurjão e Micha mendes com a proposta de fazer um som bem diferente do  que é "usualmente" produzido no estado do Pará.

Valendo-se de letras fortes e pesadas, baseadas em lutas épicas entre o BEM e o MAL, entoadas com o vocal gultural e também com o vocal limpo.

A capela Mortuária Ja esteve presente em varios Festivais como CCAA fest, Rock contra Fome I, Dia Mundial do Rock em Barcarena dentre outros.

Formada atualmente por Gilberto Gurjão no Vocal Gultural e na Guitarra, Thamara Pereira no Vocal Limpo, ressaltando que ela já fez parte de outra formação da banda e está retomando seu lugar tendo sua "re-estreia" nesse evento... Antoni Cleber no Baixo e Rafael Freitas na Bateria.



Vale a pena mencionar que a linda Thamara Pereira também está participando do concurso Miss Tattoo day 2014 e é uma das semi finalistas!...




Veja o post da votação do concurso no Facebook clicando AQUI e aproveite para votar nela e dar aquela forcinha!!... Heheheh!!



Destaque para as musicas "Soneto" e " Sopro Suave" com a minha linda Thamara Pereira cantando (Vídeos).








Uma pequena pausa no ROCK para uma MICRO palestra sobre as DSTs e a farta distribuição de panfletos educativos e preservativos masculinos como jé é de praxe em ações do gênero.




Atrelar um evento público de ROCK a uma ação de saúde pública e educação preventiva é bastante positivo e depois de um bate papo com o Magrão parece que o MOCARMA vai trilhar esse caminho. Principalmente quando o evento for em espaço público.


E não demorou nadica de nada e já estava de volta ao front para registrar a banda Thunder Spell.






Pra quem não saca a banda é de Belém e foi formada no final da década de 90, mais precisamente no ano de 1999 por Hugo Andrey,  e Guto Steel, únicos remanescentes de uma banda de cover que se "dissolveu" quando Hugo Andrei começou a compor e resolveu seguir com a banda pelo caminho da produção autoral.

Atualmente a banda conta com Léo Rodrigues no Vocal, Hugo Andrey e Bruno Tavares nas Guitarras, Bruno Gibson no Baixo e Paulo "Doido" Wallace, o homem das 1001 bandas na Batera.




Guitarras afiadas, baixo e batera bem sincronizados e os agudos do meu amigo Léo já se tornaram características dessa banda que a cada apresentação só faz se firmar ainda mais na cena.







Os caras estão em processo de gravação do seu CD debut e dentro em breve vamos ter novidades por ai!!

Destaque para as musicas "Wild Spirit" e "Shadows Zone" (Vídeos).



Mais uma pausa e desta vez para homenagear um brother que movimentava a cena de Marituba e que a pouco tempo foi assassinado... 














Conhecido como Léo, o brother Leonardo Henrique era querido por muitos da cena local e foi homenageado de alguma forma por todas as bandas, seja com uma musica oferecida em sua memória ou apenas simples palavras que demonstravam o apreço que as pessoas sentiam pelo brother!... Clicando AQUI você pode saber mais sobre esse terrivel assassinato.


Seguindo o comando do meu brother Alexandre Valério, presidente do MOCARMA, o evento retoma o foco embalado na nostalgia da perda de um brother querido por "todos" ali presentes e sobe ao palco do 1º Mari Rock a banda Razga Mortalha de Benevides.

Apesar de ter um bom tempo de formação, pois a banda surgiu em meados do ano de 1999, não conheço o trampo dos caras o suficiente para discorrer algo sobre tal...



E quase nada a respeito da banda pude encontrar na web, mesmo em endereços relativos a banda não existe conteúdo que fale sobre a mesma.

O que pude apurar é que a banda já passou por diversas formações e atualmente é um power trio formado por David Souza no Vocal e Contrabaixo, Thiago Costa na Guitarra e Victor Nunes na Bateria e que a pouco tempo também assumiu as baquetas da banda Retaliatory.
Os caras tem várias musicas autorais e eu até tentei fazer um vídeo de uma delas porém não tive sorte e a captação sonora do vídeo não ficou legal, então achei melhor esperar uma outra oportunidade para registrar a banda em vídeo.

Finalizando o evento a banda Sfera nos covers de varias bandas... Rolou Black Sabbath, Metallica, Judas Priest e outros.




Os caras manda muito bem e fizeram uma apresentação empolgante e cheia de energia onde a galera pirou o cabeção e curtiu a valer até o último acorde.













E show de ROCK que se preze tem que ter Mosh e Circle Pit...
Pois no 1º Mari Rock teve foi uma TORÓ de mosh's que em dado momento chegou a ser perigoso o jeito e intensidade que as pessoas subiam e se jogavam do palco em direção ao público que nem sempre conseguia agarrar as mesmas com "eficiência". Quanto aos Circle Pit's tiveram vários desda o início do evento... Basta conferir nas fotos... Afinal foram mais de TREZENTOS cliques de puro ROCK!!!


Apesar da banda já ter passado por algumas formações desde sua fundação, atualmente a mesma se mantém estável já há algum tempo e hoje conta com Osmar Junior no Vocal e Guitarra, Clayson Augusto na outra Guitarra, Arthur Ferreira no Baixo e Ney Cavalcante na Bateria.

Infelizmente as musicas autorais ainda estão no processo de "ensaio e ainda não foi desta vez que pude registrar uma.


Não podemos esquecer do PÚBLICO!... Parabéns a todos que saíram do conforto de suas casas e da frente do PC ou CELULAR e prestigiaram o evento e muitos foram de outras localidades e da capital.



Assim como o meu nobre amigo e filho de Marituba, Moadias Branco que é vocal das bandas Soledad e Acústica Pop.





E assim foi creio eu o MAIOR evento ROCK aberto ao publico realizado na cidade de Marituba e tudo culpa da equipe do MOCARMA que batalhou e elaborou um projeto, viabilizou todas as devidas autorizações e licenças necessárias para que o evento ocorresse sem problemas...
Agendou a data com as bandas convidadas e que conseguiu a parceria com a prefeitura do município através da Diretora da Secretária Municipal de Cultura, Esporte e Lazer, a Sra. Cecilia Ferreira que deu TOTAL apoio e conseguiu que a prefeitura "abençoasse" essa parceria. Faço votos que tal parceria tenha continuidade, não só com o 2º Mari Rock, mas com qualquer projeto do MOCARMA pois os caras mostraram que um evento de ROCK pode SIM e MERECE todo apoio como qualquer outro gênero ou ritmo musical e não só do governo mas também dos EMPRESÁRIOS que queiram desbravar esse MERCADO avido para CONSUMIR o que curte!!!

Parabéns a todos os envolvidos no evento e que ano que vem o mesmo seja MAIOR e MELHOR!!

Apoio: Prefeitura de Marituba - SECDEL (Secretária de Municipal de Cultura Esporte e Lazer) - SESAU (Secretária Municipal de Saúde) - UMARI FM 87.5 - GB Comunicação & Marketing - Blog Metal Pará.

Assista aos vídeos abaixo, confira todas as fotos desse evento clicando no cartaz no topo desta postagem e COMPARTILHE a mesma em sua rede de amigos no Facebook e ajude a divulgar a sua cena!!

Vídeos:














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...