segunda-feira, 14 de maio de 2012

Protesto Rock na Veia Ananindeua - Organização Rock na Veia

O III Festival Rock na veia Ananindeua começou muito antes do que se imagina: ainda em fevereiro, protocolamos junto a Secretaria de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude de Ananindeua, ofício solicitando o espaço, palco, som e iluminação para os 3 dias de festival. Tínhamos despacho positivo da Ex-secretária. 











Porém, com a transição de secretário, tudo aquilo que nós obtivemos foi por água abaixo: um palco menor foi cedido, não concederam o som nem iluminação, e ainda por cima cobraram uma taxa de manutenção do ginásio, mesmo o projeto sendo de cunho social e cultural. A verdade foi dita por várias bandas que subiram, e sabiam o que acontecia nos bastidores – Inveja e joguetes políticos! Ficamos entre grupos e sofremos os golpes! Todos Nós! 

A correria foi intensa: por conta disso, alguns patrocinadores importantes deram para trás, e o tempo hábil para pegar licenças, contratar um som compatível para o evento, enfim: reestruturar muita coisa em pouco tempo. 








Mas o Festival começou! E foi uma vitória ver a primeira banda subindo ao palco, e o término do primeiro dia – dia crítico – de forma razoavelmente satisfatória: Tivemos público, apesar da chuva que caiu no final da tarde, e as bandas saíram satisfeitas.

No Segundo dia, mais bandas, plateia maior... e medo de não conseguir grana pra complementar uma parte do pagamento do som. Usamos várias estratégias para obter a quantia (sorteio de ingressos dos Raimundos)... mas pouco foi vendido das cartelas para o sorteio... Ajuda espontânea da galera – público, bandas – foram fundamentais. Sem pieguice: o amor ao rock e fazer algo que preste não só pela cena, mas pela Imagem da cena, dava força! 
No terceiro dia, domingo, com a ameaça (e cumprimento breve) de ter o som cortado no meio da apresentação da Órion (que teve participação de Roosevelt Bala, do Stress), fui obrigado a pedir humildemente pra galera, gritando (pois não tinha direito nem ao uso de microfone), de pedir a complementação da grana. 

Faltava apenas R$ 100,00, e pela galera que tava lá, R$0,50 de cada um cobria o valor. Rapidamente, a galera colocou aquilo que tinha a disposição nossa... e o que faltava veio de doação do Roosevelt Bala. Só conseguimos por causa de vocês todos! 
Agradecemos muito pela equipe que trabalhou no III Festival Rock na veia Ananindeua, àquelas pessoas que ajudaram o festival acontecer com trabalho, contribuição, palavras de incentivo (Escola de musica Sonnora, ESMAC, Radio Cabana, Mat-taperê studio, 8 ideas produções, Blogs Metal Pará, Rock no Rio, Portal do Headbanger,etc... é muita gente!)

Deixei por último o seguinte informe: 
A Esckola de Rock, Banda Lúthien e a Coordenação do III Festival Rock na veia Ananindeua, que na verdade APOIA o HEMOPA e suas ações para captar bolsas de sangue e cadastrar pessoas para doação de medula óssea, durante sua Ação Social dos dias 21 e 28 de abril, captou entre os membros e amigos de banda 33 doadores de sangue. O número parece pouco. Porém, sabendo que durante o mês de abril houve queda de 30% no número de doações, e que cada doação pode salvar pelo menos 3 pessoas (pois a bolsa de sangue é fracionada) ,contribuímos para que pelo menos 85 – 90 pessoas tivessem sua saúde reestabelecida – incluindo crianças!

Ficam dois apelos para todos aqueles que conhecem o Projeto:
1º - Continuem doando sangue! Seja para o cód. 1091 (cód. do rock na veia), seja espontaneamente.
2º - O Projeto não tem caráter político, e nunca terá! Sendo assim, não apoiem candidatos que achem que projetos sociais como esse, e muitos outros, são formas de conseguir eleitores! O Festival Rock na Veia Ananindeua este ano ficou emperrado por pessoas néscias, que desconhecem o significado de multiculturas e ação social. À estes, só podemos lamentar, e aconselhar para que voltem a estudar (ou pelo menos ler algum resumo sobre o assunto).
Carlos Moutinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...