sexta-feira, 27 de junho de 2014

Resenha do álbum "Madness Of Mankind" da banda paraense "Scream Of Death"


Já há algum tempinho atrás, recebi do nobre Thiago Leal, vocalista e frontman da banda paraense Scream Of Death o álbum debut de sua banda e fiquei de fazer uma resenha do CD dando minhas impressões sobre o petardo.

Como fiz na minha primeira resenha de uma obra musical que foi a do EP do meu brother Wael Daou intitulado “Ancient Conquerors”, enfatizo aqui que não sou nenhum expert no assunto, pois sou somente um publicitário apaixonado por ROCK.


"Porém como publicitário sempre procurei ser versátil em minhas atividades na profissão, até porque é uma profissão que oferece inúmeras facetas, basta saber explorá-las e como eu fui sempre ligado a música, já trabalhei como compositor, produtor e diretor musical em projetos não só de cunho publicitário. Tal vivencia somada a minha relação com a música me deixa a vontade para resenhar obras desse naipe e principalmente as criadas por bandas locais as quais já fazem parte do meu metiê há mais três anos."

Dito isso posso me aventurar em mais uma resenha de uma obra criada e desenvolvida por uma banda paraense, mais especificamente da cidade de Castanhal e que tive o prazer de conhecer por volta do segundo ano de vida do blog e se não  me falha a memória a primeira apresentação que registrei da banda foi quando os caras abriram o show do KORSUS aqui em Belém, mais precisamente dia 11 de Agosto de 2011 no African Bar. (Link para resenha deste evento AQUI).

Com influências de bandas como; Death , Slayer, Torture Squad, Exodus, Kreator, Lamb of God e outras, a banda esta na estrada desde o ano de 2008 tendo como formação Thiago Leal (Vocal) Ariel Casimiro (Guitarra) Júnior Mattos (Baixo) e Claudio Camões (Bateria). Mais ou menos um ano depois entra na banda Murilo Master com mais uma guitarra e logo depois Alexandre Ferreira assume o contrabaixo .

Em Dezembro de 2010, já focados em musicas autorais a banda lança sua primeira Demo auto intitulada e em seguida Paulo Nery assume as baquetas da banda e completa a formação atual do quinteto mais pesado de Castanhal.






Em Setembro do ano de 2011 a banda gravou um single "This is War" que junto a mais quatro musicas autorais foi lançado em um Split (online) no início de 2013 com a banda paulista Critical Fear... "Scream of Fear"




 

Em 2013 a banda participou junto a mais 15 bandas de ROCK paraenses da coletânea ParáNoise, lançada pela Distro Record's e no mesmo ano lançam o seu álbum  "Madness Of Mankind", o qual é o petardo objeto desta resenha.







O álbum contém onze faixas de um Thrash Metal rápido, agressivo e matador, onde podemos sentir GUITARRAS muito bem elaboradas em arranjos e timbres que remetem vez ou outra ao Death Metal e é possível também perceber solos com "duelos" entre as guitarras que é característica do Metal Tradicional.
O CONTRABAIXO é bem marcante e coeso, com pouca ou nenhuma "aresta", o que deixou os arranjos bem definidos com levadas cadenciadas e mortíferas, além de caminhar paralelamente ao trampo feito na BATERIA que se destaca pela precisão e firmeza, além do peso é claro.

Os VOCAIS são violentos e cheios de energia porém, muito bem colocados com guturais que em alguns momentos se tornam "rasgantes" mas sempre com a mesma força e potência devidamente dosadas em cada faixa de acordo com a necessidade de cada melodia.



E o álbum segue empolgante do início ao fim, com uma sonoridade forte e obviamente rápida e pesada que de cara pode ser percebida na segunda faixa com a musica "True World"  que é precedida por uma intro (Agony - 1ª faixa) que por sinal foi muito bem feita, deixando o ouvinte no clima para receber a pancada das musicas deste álbum e entre elas vou destacar três, não que sejam melhores do que as outras, mas por outros "atributos".

A primeira seria a faixa "Desgraçado", tem a letra em bom e claro Português o que eu particularmente achei PHODA!




A segunda e a terceira faixa que eu destacaria seriam "Massacre" e "Mindtrip" que tiveram a participação especial nos vocais de Fernando Lima (Drowned) e Cleber Orsioli (Andralls) respectivamente.




A capacidade musical do quinteto é indiscutível, os caras mandam bem mesmo e o álbum está excelente e posso dizer sem pestanejar que o trampo está melhor do que muita banda gringa por ai!... Banda PHODA + músicos PHODA + musicas PHODA = álbum PHODA!!!


Os selos que lançaram o álbum em questão foram; Xaninho discos Falidos (Belém), Underground Brasil (Manaus) e Gino Production (Fortaleza)

O design da capa e encarte foi desenvolvida por Fernando L. Faria que também desenvolveu o design para o álbum "Following the Funeral" da banda ZÊNITE, "Amazônia Inferno Metal" que é um Tributo ao STRESS, além de outros trampos para bandas conhecidas como METALIZER, MADNESS, PROJETO: AK-47, DROWNED, SOUL FACTOR, SOUL STONE e etc...

Abaixo segue um PLAYER para que o(a) leitor(a) possa conferir todas as musicas deste petardo.


Áudio:

Links Relacionados:

Scream Of Death:

http://www.screamofdeath.com/
https://myspace.com/screamofdeath
https://www.facebook.com/ScreamofDeathPA
https://soundcloud.com/screamofdeath

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...