segunda-feira, 3 de abril de 2017

Grave Digger e D.N.A. - 23/03/2017

Pela segunda vez esse ano o Blog Metal Pará é chamado para cobrir um evento da Leprosys Produções e posso dizer sem pestanejar que este foi até agora o melhor evento de 2017!!!

Estou me referindo ao showzaço da grande banda alemã de Heavy Metal GRAVE DIGGER, que foi realizado pela Leprosys na última Quinta Feira dia 23 de Março do corrente no Botequim e teve como banda anfitriã a grande banda de Heavy Metal paraense D.N.A.!!

Cada vez mais comum aqui em Manga City, os eventos de ROCK possuírem a um cronograma onde a produção procura seguir a risca, principalmente no que tange a horários das apresentações das atrações, e a Leprosys é uma das principais produtoras que esta embarcando nessa onda.

Antes do show eu estive no estúdio do meu nobre amigo Nicolau Amador, fazendo umas imagens de um ensaio para uma chamada da banda Nicobates e os Amadores, um dos seus projetos musicais...







De lá fui direto para o Botequim e cheguei cerca de 40 minutos antes da apresentação da banda  D.N.A.... No momento que os caras estavam fazendo a passagem de som.









Fiz algumas imagens desse momento e segui para o hall de entrada para fazer imagens do público chegando e entrando no local, como você poderá conferir na foto ao lado.



E não demorou para que a banda D.N.A. começasse sua apresentação dentro do horário previsto pela produção e já com alguns headbangers prestigiando o show da banda anfitriã e garantindo também um lugar colado na grade para o show da banda headliner!!!




Vale lembrar que os 100 primeiros a entrarem no Botequim para prestigiar a banda D.N.A. receberam o último álbum da banda intitulado "Love And Hate", o qual foi lançado em 2015, mais precisamente na noite do dia 20 de Outubro no Teatro Experimental Waldemar Henrique, o bom e velho WALDECO, e o Blog Metal Pará teve a honra de cobrir esse lançamento, o qual você poderá conferir clicando AQUI!!! 

Pra quem não saca a D.N.A. Diversion Noise & Adrenalin, é uma banda de Heavy Metal tradicional paraense. é conhecida em Belém no circuito underground das décadas de 80 e 90.













A banda nasceu em meados do ano de 1988 e conta atualmente por Bruno Carreira no Vocal, Alexandre Ribeiro e Paulo Henrique nas Guitarras, Sidney Klautau no Baixo e Mauro Seabra na Bateria.

Além do álbum "Love And Hate" o D.N.A. gravou cinco demo tapes... METAL CITY (1988), STOP THE MADNESS (1989), SHOOT TO KILL (1990) e DUST`N BONES (1993), sendo que esse material hoje só é disponível apenas em fitas K7 de colecionadores e fãs da banda.



Os caras fizeram um show PHODA e com o set List MATADOR, recheado de musicas novas como: "Working To Pay For My Beer", "Shades in Black", "Time Capsule", "Unleash The Dogs", "Deadly Attack" e a mais nova ainda "No More Rules"...









Mas sem esquecer das mais antigas como: "Stop The Madness" e a clássica "Metal City", que é considerada o hino da banda.







Destacando "No More Rules" que será lançada na coletânea The Amazon Metal Storm... E segundo a produção da banda o clipe desta música será lançado até Junho deste ano.






Podemos destacar ainda a performance do grande batera Mauro Seabra que mesmo convalescendo de uma virose e com o banco da bateria meio que "em falso", o que o obrigou a desistir do mesmo e apelar por uma cadeira, tocou o set list inteiro sem fazer firula e deu o suporte necessário para a banda!!!... Muito PHODA isso!!  











Se você é novo no pedaço e quer conhecer mais sobre a banda D.N.A., basta acessar as últimas matérias feitas pelo blog, que "falam" a respeito da banda clicando AQUIAQUIAQUIAQUI e AQUI!!!... Heheheheh!!!... Larga de preguiça e vai lá é que é!!!... Heheheh!!!





Destaque para as musicas "Unleash The Dogs", "No More Rules" e o HINO "Metal City"(Vídeos).








Aquela retirada estratégica para tomar aquela breja e fazer umas fotos da galera que compareceu em peso em mais um evento de sucesso da Leprosys Produções...











Que este ano de 2017 está completando 15 ANOS de dedicação ao underground paraense, nas mãos incansáveis dos brothers André Bocão e Stefan Sps!!








Alguns minutos depois chega a vez da grande atração da noite, a banda de Heavy Metal alemã GRAVE DIGGER!!!


Pra quem não saca o Grave Digger surgiu no início da década de oitenta, mais especificamente no ano de 1980 e até os dias de hoje continua em plena atividade.







Seu primeiro álbum, "Heavy Metal Breakdown" bateu quarenta mil cópias vendidas somente na Europa.

Os caras tem uma sonoridade caracterizada por um vocal grave e rasgado, com riffs de guitarra pesados e passagens melódicas, perceptíveis principalmente nos refrões de suas musicas.



A banda é considerada um dos ícones do cenário alemão e líder do movimento FWOGHM (First Wave of German Heavy Metal), junto com outros grandes nomes como Running Wild e Rage formando assim a tríplice aliança do metal na Alemanha.




Um dos grandes diferenciais do Grave Digger é o tecladista que se apresenta nos shows como o mascote da banda, presente nas capas dos álbuns da banda desde o ano de 1994.








Antes quem fazia esse "papel" era o tecladista Hans Peter "H.P." Katzenburg e atualmente quem "encarna" esse mascote é o tecladista Marcus Kniep, que subiu ao palco com uma capa e capuz negros e uma máscara, lembrando a figura da Morte... Hehehehe!!!





Após vários shows em festivais pequenos a banda gravou duas faixas para a compilação “Rock From Hell” em 1981 e um ano depois a banda lança seu primeiro álbum, já citado acima.







Seu segundo álbum da banda, “Witch Hunter”, foi gravado e lançado no ano de 1985 e logo em seguida a banda se apresentou em diversos festivais e realizou uma turnê com a banda Helloween.






O terceiro álbum da banda, intitulado de “War Games” foi lançado no mês de Janeiro do ano seguinte, 1986 e para promover o mesmoa banda realizou uma turnê "tripla", junto com as bandas Celtic Frost e Helloween.





Em 1987 numa tentativa frustrada de se tornar uma banda "mainstream", os caras mudam o nome para apenas “Digger” e assim lançaram o álbum “Stronger Than Ever”... Álbum que não se assemelha em quase nada comparado com as músicas do "antigo" Grave Digger.




O álbum não alcançou seu objetivo, sendo repudiado pela grande massa e principalmente pelos fãs da banda e em decorrência disso, Boltendahl declarou o fim da banda no ano de 1987.







Quatro anos mais tarde, em 1991, a banda foi parcialmente “reformada”. Boltendahl e Lulis, junto a dois novos membros, Tomi Göttlich e Jörg Michael (ex baterista do Rage e Running Wild e posteriormente Stratovarius), e assim no ano de 1993 os caras lançaram um álbum de retorno intitulado "The Reaper". e no mesmo ano o Album “The Best of the Eighties” foi lançado, com as músicas dos anos oitenta.

No ano seguinte a banda lança um EP chamado “Symphony of Death” e no mesmo ano realizam uma tour pela Alemanha, abrindo shows para o Manowar.








Em 1995, o álbum “Heart of Darkness” foi lançado. Este é tratado como um álbum sombrio e com influencia dos primeiros trabalhos do Annihilator.







O ano seguinte marcou o lançamento do álbum conceito “Tunes Of War”, o qual trazia a história da Escócia, sendo o primeiro álbum da trilogia da idade media... O Segundo álbum, “Knights of the Cross”, foi lançado em 1998 e tem como enredo a ascensão e queda dos lendários cavaleiros templários.



O terceiro e último álbum desse trilogia foi lançado no ano de 1999 e recebeu o titulo de “Excalibur”, álbum que explora a lenda do Rei Arthur e os cavaleiros da távola redonda.














No ano de 2000 a banda completou VINTE anos de estrada e para comemorar essa marca os caras realizaram um concerto no Zeche em Bochum. onde muitas das músicas "populares" da banda foram executadas. Logo após esse show, Uwe Lulis deixou a banda alegando razões pessoais e diferenças no trabalho. Lulis montou a banda Rebellion.

Para ocupar o posto a banda chama o ex-guitarrista da banda Rage, Manni Schimidt para compor a formação é também nesse período que a banda começou a trabalhar com a gravadora Nuclear Blast, sendo que o primeiro álbum desta parceira foi o “The Grave Digger”, álbum que teve inspiração nos textos do escritor Edgar Allan Poe e foi lançado no ano de 2001.
No ano de 2002 foi lançado o álbum  “Tunes of War”... O primeiro álbum ao vivo da banda e no ano posterior o conceitual “Rheingold”, que tem como enredo a história da opera “O Anel do Nibelungo” de Richard Wagner.




Depois de uma turnê de sucesso com este álbum, a banda grava o álbum, “The Last Supper”, que foi lançado em Janeiro de 2005. 









Diferente dos álbuns anteriores este não foi um álbum conceitual, no entanto várias músicas tem como enredo os últimos dias de Jesus Cristo e menos de um mês apos ese álbum ser lançado a banda entra em turnê com as bandas Stormhammer e Astral Doors. 



No mês de Outubro do mesmo ano a banda lança o DVD da turnê do álbum "Last Supper", que chegou a abranger a cidade de São Paulo... O DVD foi intitulado de “25 To Live”, comemorando os 25 anos do Grave Digger.













Em seguida no mês de Janeiro de 2007 a banda lança o álbum “Liberty or Death” tendo a banda de Metal Sinfonico suéca "Therion" como parceira na tour para divulgação deste álbum

Na metade do mês de Agosto do ano de 2008, a banda entra em estúdio para gravar “Ballads of a Hangman", contando com mais um guitar man... Thilo Hermann!!!... Este álbum foi lançado no dia 9 de Janeiro de 2009, sendo o primeiro álbum da banda com dois guitarristas.




Pouquíssimo tempo depois, em Fevereiro de 2009, Thilo Hermann deixa a banda e em Outubro do mesmo ano o também guitarrista Manni Schimdt sai da banda por não concorda com Boltendahl.

Axel Ritt da banda Domain, um velho amigo da banda assume temporariamente a guitarra com o objetivo de cumprirem o resto de uma tour. Porém, em Janeiro do ano de 2010 Alex Ritt foi oficializado como membro do Grave Digger.







Neste mesmo ano, no mês de Julho a banda gravou o álbum “The Clans Will Rise Again”, o qual foi lançado na Europa no dia 1º de Outubro pela Napalm Records.

Este álbum é considerado uma espécie de sequencia do “Tunes of War”, porém, não é um álbum conceitual.

Em Setembro do mesmo ano a banda lançou o vídeo clipe da música “Highland Farewell”, quarta musica do “The Clans Will Rise Again”.

Em 2011 a banda segue com shows e turnês e em Julho de 2012 os caras lançam um novo EP “Home At Last”... No final de Agosto, lançam o álbum “Clash of the Gods”.

Em Março do ano de 2014 a banda soltou a arte da capa do novo álbum, “Return of The Reaper”, que foi lançado no dia 11 de Julho, pela Napalm Records.

Em Novembro, o tecladista Hans Peter Katzenburg saiu da banda, alegando precisar de mais tempo em projetos pessoais, sendo substituído pelo atual tecladista Marcus Kniep, e que também segue até hoje “atuando” como o personagem “Reaper”.

No ano de 2015 a banda lança um álbum coletânea intitulado "Exhumation (The Early Years)", com versões regravadas dos grandes clássicos da banda.

Em 2016, além das apresentações, o Grave Digger começa a se preparar para o lançamento do seu novo álbum, o décimo oitavo álbum de estúdio dos caras, intitulado "Healed by Metal", o qual foi lançado no dia 13 de Janeiro de 2017 pela Napalm Records.

Este álbum foi gravado com o novo tecladista e mascote Marcus Kniep que se integrou definitivamente ao Grave Digger, não só nos shows como também agora nas gravações da banda.







O álbum "Healed by Metal" já conseguiu a décima quinta posição na Offizielle Top 100 (parada dos mais vendidos na Alemanha), assim como a quadragésima quinta posição na Swiss Hitparade (parada dos mais vendidos na Suíça).





Após o seu lançamento e uma tour pela Alemanha a banda deu início a South América Tour 2017 e aqui em Belém foi o PRIMEIRO show dessa turnê e posso afirmar sem pestanejar!!!... Foi um SHOWZAÇO!!!!
Os caras levaram os mais de 800 headbanger's presentes a loucura e todos, inclisive este que vós escreve foram "CURADOS PELO METAL!!!... Heheheeheh!!!
Quem foi prestigiar mais esse evento PHODA da Leprosys Produções não me deixa mentir!!!... Estrutura de som e iluminação a contento com as especificações técnicas da banda e a segurança do local também não deixou a desejar, e isso são apenas DOIS inúmeros fatores que uma produtora de respeito como a Leprosys tem que se preocupar, não só para com os músicos mas também para com o público.
Os caras são altamente performáticos, como o batera Stefan Arnold com viradas espetaculares e alguns malabarismos com as baquetas... O guitar man Alex Ritt parecia bailar com sua guitarra sempre em riste... O grande vocal Chris Boltendahl sempre interagindo com o público e puxando couros e gritos da galera e o tecladista "mascote" Marcus Kniep que levou os presentes ao delírio nas horas em que atuou!!!


O menos performático foi o baixista Jens Becker que ficou a maior parte do show no seu lugar concentrado e dando o peso e marcação necessária para que o Grave Digger desenvolvesse seu Heavy Metal potente e melódico com força total!!!






E acreditem os caras voltaram duas vezes ao palco para o tão esperado BIS!!!... E o galeroso do ROCK pirou o cabeção nas duas vezes... Heheheeheh!!!

Abaixo segue o set list que os caras levaram nesse show MATADOR!!!...



Set List: 01. Healed By Metal
02. Lawbreaker
03. Witch Hunter
04. Killing Time
05. Ballad of a Hangman
06. Season of the Witch
07. Lionheart
08. Tattooed Rider
09. The Round Table (Forever)
10. The Dark of the Sun
11. Hallelujah



12. Morgane le Fay
13. Excalibur
14. Rebellion (The Clans Are Marching)
Primeiro Bis:
15. The Last Supper
16. Call for War
Segundo Bis:
17. Highland Farewell
18. Heavy Metal Breakdown




Destaque para as musicas "Healed By Metal", "Witch Hunter", "Ballad of a Hangman", "Hallelujah", "Excalibur" e "Highland Farewell"(Vídeos).






Depois do final da apresentação, a banda se dirigiu ao camarim para se recompor e fazer aquela Horita De Lá Broquita, especialmente oferecida pelo Paladinus Gastropub, do meu amigo Rafael Cotta e em seguida os caras saíram para fazer fotos e dar autógrafos para o público que permaneceu no local.











Parabéns a Leprosys produções por mais esse evento MASSA e obrigado por confiar no trampo do Blog Metal Pará!!!... Hail Leprosys!!!




Já ansioso pelo próximo da Leprosys que irei cobrir!!!... Sonata Arctica e Methademic!!!...

Também no Botequim, Domingo dia 14 de Março as 19h!!!... E ai bori nessa onda???... Hehehehe!!!







Depois do show, segui com o nobre Rafael Cotta para tomar aquela saideira no bar Musica Urbana e lá já se encontravam uma galerinha que também prestigiou o evento.








Assista aos vídeos abaixo e confira todas as fotos desse evento clicando no cartaz no topo desta postagem e COMPARTILHE a mesma em sua rede de amigos no Facebook e ajude a divulgar a sua cena!




Vídeos:




















Links Relacionados:























































































































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...