quarta-feira, 16 de agosto de 2017

Dia Mundial do Rock 2017 - 13/07/2017

Dia 13 de Julho!!!... Dia mundial do ROCK!!!... Um dia para ser lembrado!!!... E assim foi este 13 de Julho de 2017, Dia Mundial do ROCK na Casa de Shows Centro Histórico. 

Vi a divulgação do evento no Facebook e como faço "invariavelmente" compartilho e menciono a cobertura do blog Metal Pará para o evento e assim foi com o referido!




Depois de algum tempo a Dani, uma das três pessoas que organizaram o evento me ligou e acertamos a cobertura do Blog para o evento e mesmo faltando poucos dias para a realização do referido produzi um vídeo chamada para divulgar as atrações do evento e a cobertura do Blog!





Na véspera do evento passei a localização do QG do Blog para que o transporte viesse me buscar como foi combinado... No dia do evento fiquei PRONTO e no aguardo as 17:00h!!!





O tempo passou e nada de transporte e nada de contato com a Dani... Até que lembrei ter o whatsapp do Centro Histórico e resolvi tentar um contato com alguém da produção do evento através do aplicativo.

Então a Dani me ligou e me disse que eu acionasse um UBER para fazer o meu transporte até o local e assim foi feito!!!

Cheguei a Casa de Shows Centro Histórico por volta das 19:20h e tudo estava pronto para o evento, somente aguardando o galeroso começar a chegar e também o batera da banda Ato Abusivo, primeira banda do line up.



Por volta das 20:40h, com um pouco de atraso o evento teve seu início e a banda Ato Abusivo tomou o palco do Centro Histórico e mandou ver seu Punk Rock Papa Chibé!!!









Formada no ano de 1990 e com quase 30 anos de estrada a banda Ato Abusivo conta em sua formação atual com Beto Siqueira e Vevé Moura nos Vocais, Robson Wagner na Guitarra, Jorge Mujica no Contrabaixo e Alonso Pneu na Bateria.





As musicas da banda trazem letras diretas com toques poéticos, melodias simples contextualizadas no cotidiano urbano, abordando temas variados.








Em Janeiro do ano de 1991 a banda lança sua primeira demo-tape, intitulada de "Brasil Falido-País Desnutrido" e que contemplou as músicas Brasil Falido-País Desnutrido, NPM e Velhice, sendo uma das primeiras demo-tapes a serem gravadas por uma banda de punk rock no norte do Brasil.





No a no de 1992 a banda grava a Demo-Coletânea "Gritos de Agonia e Desespero" juntamente com as bandas Anomalia, Contraste Social e Delinqüentes.







Em 1998, a banda lança o primeiro CD, auto intitulado "ATO ABUSIVO, o qual contemplou DEZ faixas... 01 - Extermínio 02 - Jovem Brasileiro 03 - A Passeata 04 - Retirantes 05 - Assassinato De Um Líder Rural 06 - Liberdade Onde Está 07 - Foi Boto Sinhá 08 - Bom Futuro 09 -Teoria e Pratica 10 - Liberdade Onde Está e Caos Urbano (ao vivo).










A banda segue se apresentando e segundo o nobre Márcio Siqueira, ainda nesse ano de 2017 a banda Ato Abusivo estará participando da VIGÉSIMA SEGUNDA edição da Coletânea ROCK SOLDIERS, lá do Rio Grande do Sul, com a musica CONTRADIÇÃO.




Os caras planejam gravar um CLIPE para essa mesma musica que sairá na coletânea e acenou com a possibilidade da GB Comunicação/Metal Pará, contribuir com a captação e edição de imagens para esse projeto!!... Vamos aguardar o desenrolar dessa onda!!!... Heheheh!!






A Ato Abusivo também deve lançar um EP só com musicas inéditas também esse ano!




O show da banda no Dia Mundial do Rock foi recheado de "hits" como: "A Passeata", "Jovem Brasileiro", "Retirantes", "Liberdade Onde Está?", "Assassinato de um Líder Rural", "Contradição", "Falsidade Ideológica", "Caos Urbano" e "Nazismo na PM".





Como de costume a banda interage bastante com o público e a performance inusitada de Vevé Moura mais uma vez se fez presente, o que invariavelmente incentiva mais ainda a reciprocidade do público que sempre responde a altura, principalmente a galera que curte Punk Rock das antigas!!

Destaque para a musica "Contradição" (Vídeos).

Na sequencia toma o palco do Centro Histórico uma das revelações do que eu chamo de "NSTMP"... Nova Safra do Thrash Metal Paraense!!!... Deathbanger!!!

Oriunda do município de Ananindeua, a banda foi formada ano passado (2016), mais especificamente no dia 15 do mês de Junho do referido ano, tendo como proposta desenvolver um som que permeie o Heavy/Thrash e Speed/Thrash com aquela velha e boa pegada OITENTISTA!!!



Em suas musicas são abordados temas como: Violência, Morte, Destruição, Insanidade e Criticas Sociais.








Depois de algumas alterações em sua formação, agora o line up da banda parecia ter estabilizado e contava com Ramonth Miranda no Vocal, Thiago Cruz na Guitarra, Victor Henrique no Baixo e Rob França na Bateria... Porém após esse evento a banda comunicou a saída de Rob França do projeto através de uma nota no Facebook!










Em relação a registros as intenções da banda eram de lançar algo, uma DEMO e ou um EP no primeiro semestre de 2017, porém acho pouco provável que role algo nesse sentido ainda esse ano, ainda mais agora com esse desfalque na batera!!!
Uma pena a saída do Rob França, pois ao meu ver o brother estava desenvolvendo um trampo legal e tendo mais destaque comparado ao projeto que participava antes de assumir as baquetas da Deathbanger.


Pra eu não ter que ficar me REPETINDO, como alguns dos integrantes da banda comentaram comigo neste evento, quem quiser saber mais sobre a Deathbanger basta conferir as três matérias em que a banda foi citada... AQUI, AQUI e AQUI!!!

Quanto à apresentação dos caras no Dia Mundial do Rock 2017 foi como de costume... Cheia de energia e vigor!!!
Destaque para musica “Extreme Pandemonium”(Vídeos)..






Uma retirada estratégica para me reidratar com uma breja geladinha, cortesia da produção do evento que contou com os nobres Dani Mãezona, Nelson Pit Bull e Márcio Pop...






E não demorou estava de volta ao front para fazer o registro de mais uma banda da "NSTMP"... Nova Safra do Thrash Metal Paraense!!!... Blastforce!!!




Assim como aconteceu com a banda anterior, também tive TRÊS oportunidades de registrar a Blastforce e se você quiser saber um pouco mais a respeito da banda em questão basta clicar AQUI. AQUI e AQUI e conferir essas matérias!!!






É bem aceitável que três eventos não contam tudo sobre o trampo de nenhuma banda, muito menos uma que tem pouquíssimo tempo de estrada como a Blastforce, porém me sinto a vontade de falar sobre a mesma...





Até mesmo porque os integrantes da banda sempre se mostraram bastante "humildes" e sempre me trataram com a maior deferência e não entenda humildade como ter que "baixar a cabeça" para quem quer que seja ou aceitar qualquer opinião sobre seu trampo.

Mesmo que me torne repetitivo nos meus comentários, NUNCA desabonei qualquer banda que tenha feito registro e prestigiado. Muito pelo contrário, dentro das minhas limitações sempre procuro mostrar o lado POSITIVO das apresentações das bandas e dar destaque as mesmas.











A proposta da banda Blastforce é desenvolver um Thrash Metal enraizado nos anos oitenta e sem nada de elementos “modernos”... As principais influências dos caras são bandas como: Destruction, Vio-lence e Whiplash e dentro desse “universo”...



A banda já conta com SEIS musicas autorais que contemplam um som “rustico e crú”, com “musicas curtas de no máximo três minutos”, sempre explorando temas que permeiam o velho ódio e repúdio as opressões sociais e revolta contra os alienados do sistema ...religião etc...









“Os seres humanos cruéis, o sistema opressor capitalista, o mundo fantasioso e desigual ao nosso redor e etc...” Caco’s Blastforce.








E como já disse na PRIMEIRA e na TERCEIRA matéria com o Blastforce, não me custa nada ser REPETITIVO!!!...










"Sem sombra de dúvidas o Blast Force tem um excelente potencial e se continuar nessa pegada, dentro de pouco tempo vai fazer ferida no Thrash papa chibé!!"








A Blastforce conta em sua formação com Reginaldo Rodrigues "Regis" no Vocal e Contrabaixo, Caco's Clay (Ex Obscene Wild) na Guitarra e Rafael Porto na Bateria.

Destaque para música "You Cant' Kill The Thrash Metal" (Vídeos).


Mais uma pausa e eis que de repente vejo a banda Depois Da Queda subir ao palco do Centro Histórico e se preparar para tocar... Me aproximei do vocal e disse:

Marcelo Barros:
- Não sabia que vocês estavam no cast!
Renan Pantoja:
- Pois é foi meio em cima mas estamos aqui!





Depois em um bate papo informal pelo Facebook com o nobre Márcio Lourenço que é o Baterista da banda é que fiquei sabendo que a banda foi inserida no Cast do evento uma semana antes do mesmo e NINGUÉM da produção teve a consideração de me informar!!!... Hehehehe!!!... Tá certo isso??



Bom, é a segunda oportunidade que tenho de registrar e prestigiar o trampo dos caras e o que posso dizer até aqui é que me pareceu um trampo bem "consistente" e "contundente", tanto musicalmente falando quanto nas letras...












As quais abordam temas relativos a criticas a realidade do país e do mundo como um todo, sempre com mensagens positivas e de incentivo, bem do naipe da musica "Não Desista" de outra banda paraense chamada Stress!!!

As principais influências da banda giram em torno de nomes como: Project 46, Pontu Nulo no Cru, Worst, Surra dentre outros!!













A primeira vez que registrei os caras foi no evento Space Fusion que ocorreu no Insano Marina Club e você poderá comferir essa matéria em BREVE!!!... Assim espero!!!... Heheheh!!!

Mais uma formada em 2016, mais especificamente no dia 07 se Setembro... Por tanto na beira para completar UM ANO de estrada!!!









Apesar do pouco tempo a banda já possui DOIS registros em sua discografia... Um Single intitulado "Desordem e Regresso" e um EP intitulado "Quebre Os Limites" que contempla SEIS faixas,...








1 - Intro
2 - Hora de Levantar
3 - Labririnto
4 - Lombra
5 - Eu Ou Morrer
6 - Quebre Os Limites (Feat Bruno Wosoever)






Sendo que a última faixa, "Quebre Os Limites", teve a participação especial do nobre Bruno Wosoever que é vocal da banda Confronto Interior, a qual tive o prazer de registrar pela primeira vez no 2º Aniversário do Viva No Asfalto MC e você pode conferir a matéria completa desse evento clicando AQUI!!!









Além dos nobres Renan Pantoja e Márcio Lourenço, Vocal e Baterista respectivamente, a banda conta também com Pedro Pimentel na Guitarra e Lucas Martins no Contrabaixo.









Quanto a apresentação da banda??.... Foi PORRADA!!!... Os caras só não me surpreenderam porque já tinha presenciado o show deles mo Insano Marina Club!!!


Pense num "barulho" muito bem coordenado... Tudo certinho no lugar!!!... A pancada no ouvido encaixa sem resistência alguma!!!... Banda PHODA!!!





É claro que preciso de mais chances de registrar e prestigiar os shows dos caras para poder tecer comentários com mais propriedade. Porém, nessas duas primeiras chances que tive já deu pra sacar que os caras estão na onda pra "fazer ferida" e atitude, musicalidade e performances são qualidades notórias que eles já tem!!!

Destaque para musica "Labirinto" (Vídeos).

Mais uma retirada estratégica para me reidratar... Dessa vez no Litrão do Rock com o meu amigo Marcos Ferreira... Aproveitei a ocasião para fazer algumas imagens do galeroso que colou em peso nesse evento!!!





Não demorou estava eu retornando ao campo de batalha para registrar a banda Zona Rural!!!




Pra quem não saca a Zona surgiu em meados do ano de 1997, fundada por Roosevelt Bala e Carlos Ruffeil com o objetivo de tocar um ROCK mais popolar, já que o Rock Pesado estava "queimado" na época devido ao "incidente" ocorrido no Rock 24 Horas.

Dai os caras resolveram apostar no Country, que na ocasião era mais acessível, agradando os roqueiros e o público em geral e assim a banda acabou se tornando a primeira banda do Norte e Nordeste a investir nesse estilo e uma das pioneiras do país.




Do ano de 1997 até aqui, a banda incorporouo Pop Rock, o Hard Rock e o Heavy Metal o que deixou o repertório dos caras INCOMENSURÁVEL!!!

Sem contar os estilos mais populares executados em alguns eventos fechados.

Atualmente a Zona esta mais focada no ROCK e nas suas vertentes, do Rock 'n' roll ao Metal, com dedicação especial ao Classic Rock dos anos 70 e 80.

Já caminhando para os VINTE E UM anos de estrada, a Zona se apresenta em diversas casas em Manga City e em todo o estado do Pará.







Atendendo a demanda de três shows por semana no minimo, a banda que hoje é considerada uma "empresa" sustenta quatro famílias e conta com alguns dos melhores músicos de Belém, procurando sempre apresentar um trampo com nível profissional.





E pra quem pensa que a Zona só toca cover, se enganou completamente já que a banda possui DOIS CDs, um na linha Country, intitulado "Cowboys da Amazônia" lançado no ano de 1997 e outro de Hard Rock chamado "Eu Tô Ficando Maluco", lançado em 2007.











No ano de 2009 a banda lançou um DVD ao vivo, contemplando covers e autorais!!

A formação atual da bana conta com Roosevelt Bala no Vocal e Contrabaixo, Paulo Borba na Guitarra, Junior Meneses nos Teclados e Fábio Beltrão na Bateria.

Quanto ao show da Zona no Dia Mundial do Rock 2017??.... PHODARALHO!!!... 

Os caras arrebentaram do início ao fim e o galeroso do ROCK foi a loucura com os clássicos do Hard/Metal de todos os tempos e executados de forma primorosa!!!



NINGUÉM FICOU PARADO!!!

Destaque para "Highway To Hell" da banda australiana AC/DC e "Mate o Reu" da banda Stress (Vídeos).

Mais uma retirada para me reidratar e fazer alguns registros da galera que colou no evento e curtiu dom início ao fim!!!






Dentre tantos brothers eis que também estavam por lá o nobre Marivaldog... Aquele da Barraca Podre na praça da República saca???... Hehehehhe!!!... Grande figura!!!


Seu Jayme Katarro, um dos ícones do ROCK paraense também esteve no Centro Histórico prestigiando o evento!!!








De volta ao front para registrar a banda que veio diretamente da Marambaia!!!...Buscapé Blues!!!




Pra quem ainda não saca, Buscapé Blues é um projeto do nobre Edwaldo Henrique, mais conhecido na cena Rock/Alternativa da Manga City como Buscapé!!





O projeto Buscapé Blues teve seu início no final dos anos 80, com uma proposta Hard Rock/Blues e tendo como influencias grandes nomes como: Led Zeppelin, Black Sabbath, AC/DC, Barão Vermelho, Creeandence e Raul Seixas.










No intuito de ter mais detalhes sobre o projeto, fui direto na fonte e bati um papinho informal com o grande Buscapé. Confira abaixo!!!






Marcelo Barros:
- Blz meu caro... Tô finalizando a matéria sobre o Dia Mundial do Rock e gostaria que vc me falasse um pouco sobre o "Buscapé Blues"...


Marcelo Barros:
- Como e quando surgiu o projeto, qual a proposta, influências e etc!... Pode ser?


Buscapé Blues Man:
- O Buscape Blues nasceu de um trauma da adolescência do abandono achando que a música especialmente o rock and roll seria uma arma melhor que o fuzil.







- Estou desde os anos 80 aí vem as crises existenciais e começo a achar que o Buscapé é uma roupa que já não me serve mais.








- Influência dos brasileiros Zé Ramalho Raul Seixas Alceu Valença made in Brasil e Casa das Máquinas.
- Lá de fora Led Zeppelin, Black Sabbath, AC/DC, Barão Vermelho, Creeandence e Raul Seixas.








- A proposta inicial era cuspir na sociedade mostrar a revolta como um punk...
- Mas agora não estou mais revoltado e quero tocar toadas para velhinhos e crianças.
- A irreverência e o humor deve continuar!






Além de Edwaldo Henrique, vulgo Buscapé no Vocal, atualmente a banda conta com Samuel Lobo no  Contrabaixo, Jorge Furtado na Guitarra e Leandro Sena na Bateria.








Quanto ao show do Buscapé Blues???... PHODA PRA CARALEO!!! e a galera que ficou até o final do evento curtiu a valer!!!

Destaque para as musicas "Cidade Metal" e é claro "Marambaia" (Vídeos).









Infelizmente, devido ao atraso no início do evento e a falta de informação e preparo da produção, a banda Resistência Suburbana não pôde fazer sua apresentação, pois "já era muito tarde"... Desculpa dada pela produção!!!





Por falar em produção, no final do evento, fui informado por parte da mesma (Dani e Nelson Pit Bull) que a outra parte da produção (Márcio Pop" sumiu antes do evento acabar levando consigo uma parte da renda da noite, deixando a parte da produção que ficou com toda a responsabilidade de acertar os custos do evento!!!




Fiquei de escrever a matéria que você acabou de ler, somente após uma posição da Dani a respeito do caso, porém esse pessoal me enrolou e nem responde mais meus apelos!!!





Falei com o nobre Mauricio Ribas do M Studio, que foi responsável pela cobertura de som e iluminação e até o dia que essa matéria foi publicada a "produção" ainda não tinha acertado todo o valor combinado!!!
Espero realmente que tudo tenha se resolvido da melhor forma possível e que esse tipo de coisa não se repita!!!

Assista aos vídeos abaixo, confira todas as fotos desse evento clicando no cartaz no topo desta postagem... COMPARTILHE a mesma em sua rede de amigos no Facebook e ajude a divulgar a sua cena!!  


Vídeos:



























































































































































































































































































































Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...